19
Jun 12

Sempre...


Escrevo por não ter nada a fazer no mundo:


Sobrei e não há lugar para mim na terra dos homens.


Escrevo porque sou um desesperado e estou cansado, não suporto mais a rotina de me ser e se não fosse sempre a novidade que é escrever,
eu me morreria simbolicamente todos os dias...

 

Clarice Lispector.

 

publicado por Chicailheu às 21:45

Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
15

21
22
23

26
27
28
29
30


::RELÓGIO::
::CONTADOR::
Ferias
Contador
::MEUS SLIDES::
::MIMINHOS::




































::BLOGUES AMIGOS::
O Blog da Joanina Azoriana / Açoriana Grilinha
::MINHAS MÚSICAS::
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO