29
Ago 11

publicado por Chicailheu às 22:42
borboletas:

Em caso de dor, ponha gelo

Mude o corte do cabelo

Mude como modelo

Vá ao cinema, dê um sorriso

Ainda que amarelo

Esqueça seu cotovelo

Se amargo for já ter sido

Troque já este vestido

Troque o padrão do tecido

Saia do sério, deixe os critérios

Siga todos os sentidos

Faça fazer sentido

A cada milágrimas sai um milagre

Em caso de tristeza vire a mesa

Coma só a sobremesa 

Coma somente a cereja Jogue para cima,

 faça cena

Cante as rimas de um poema

Sofra apenas, viva apenas

Sendo só fissura, ou loucura

Quem sabe casando cura

Ninguém sabe o que procura

 Faça uma novena, reze um terço

Caia fora do contexto, invente seu endereço

A cada milágrimas sai um milagre

 Mas se apesar de banal Chorar

for inevitável

Sinta o gosto do sal Sinta o gosto do sal Gota a gota, uma a uma

Duas, três, dez, cem mil lágrimas, sinta o milagre

Das mil lágrimas!

publicado por Chicailheu às 22:36
borboletas:

publicado por Chicailheu às 22:34

Um senhor de idade chegou num consultório médico, para fazer um curativo em sua mão onde havia um profundo corte.

 

E muito apressado pediu urgência no atendimento, pois tinha um compromisso. O médico que o atendia, curioso perguntou o que tinha de tão urgente para fazer.

 

O simpático velhinho lhe disse que todas as manhãs ia visitar sua esposa que estava em um abrigo para idosos, com mal de alzheimer muito avançado.

 

O médico muito preocupado com o atraso do atendimento disse: - Então hoje ela ficará muito preocupada com sua demora? No que o senhor respondeu: -Não, ela já não sabe quem eu sou. Há quase cinco anos que não me reconhece mais.

 

 O médico então questionou: - Mas então para que tanta pressa, e necessidade em estar com ela todas as manhãs, se ela já não o reconhece mais? O velhinho então deu um sorriso e batendo de leve no ombro do médico respondeu: -Ela não sabe quem eu sou.. .Mas eu sei muito bem quem ela é! Esse é o tipo de amor que quero para mim e que dou a quem tanto amo.

 

Amor sem limites, amor de verdade, amor doação, amor entrega… Amor por amar… Quero poder estar casado daqui a anos e ainda guardar aquele brilho no olhar ao ver minha esposa desejar-me um bom dia quando eu acordar; voltar correndo para dar um beijo antes de ir ao trabalho caso eu saia apressado e esqueça de beijá-la; quando chegar em casa à noite, se ela já houver retornado, ser recebido com muito amor, carinho, e apaixonar-me por ela naquele instante novamente após um longo beijo, etc.

 

E quando já estivermos velhinhos, quero permanecer ao lado dela, aconteça o que acontecer, porque jamais esquecerei da importância dela em minha vida. O texto é realmente lindo. Lembra-me aquele filme: “O filho da Noiva”. Um filme argentino excelente. Fala justamente desse amor.

 

De um velhinho e sua amada, que tem mal de alzheimer. Quem assistiu o filme sabe que ele todo dia estava lá no abrigo, mesmo ela nem lembrando mais dele… Lembro-me também das lágrimas em meu rosto vendo aquelas cenas. Lindo lindo lindo. Que amor… Amor de verdade… Amor pra sempre… Amor pra eternidade.

 

E como amor de verdade é o assunto deste post, nada melhor que a letra da música “Amor sem limite”, de Roberto Carlos.

 

 Ei-la: Quando a gente ama alguém de verdade esse amor não se esquece.

 

O tempo passa, tudo passa, mas no peito o amor permanece.

 

e qualquer minuto longe é demais, a saudade atormenta.

 

Mas qualquer minuto perto é bom demais, o amor só aumenta.

 

Vivo por ela Ninguém duvida

 

 Por que ela é tudo Na minha vida

 

Eu nunca imaginei que houvesse no mundo um amor desse jeito.

 

Do tipo que quando se tem não se sabe se cabe no peito.

 

Mas eu posso dizer que sei o que é ter um amor de verdade

 

 E um amor assim eu sei que é prá sempre, é prá eternidade.

 

Vivo por ela Ninguém duvida Por que ela é tudo

 

Na minha vida Quem ama não esquece quem ama, o amor é assim.

 

Eu tenho esquecido de mim, mas dela eu nunca me esqueço.

 

Por ela, esse amor infinito, o amor mais bonito, é assim nosso amor sem limite.

 

 O maior e mais forte que existe. Vivo por ela

 

Ninguém duvida Por que ela é tudo Na minha vida

 

 Amor sem limite – Roberto Carlos

publicado por Chicailheu às 22:27
borboletas:

13
Ago 11

Gastronomia dos Açores

 

Este arquipélago é composto por 9 ilhas e por alguns ilhéus inabitados (as Formigas).

 

 As ilhas são divididas por grupos, encontrando no grupo oriental as ilhas de Sta. Maria e a ilha de S. Miguel; no grupo central encontramos as ilhas Terceira, Graciosa, S. Jorge, o Pico e o Faial; e no grupo ocidental encontramos as ilhas Flores e Corvo.

 

Nestas nove ilhas será presenteado com deliciosos peixes grelhados e com pratos originais como a sopa do Espirito Santo, o alambique, o saboroso polvo cozido com vinagre, a vitela à Terceira, a batata doce com linguiça e o famoso cozido de São Miguel que é aquecido na lava do vale das Furnas.

 

A pastelaria das ilhas é também muito variada e atractiva.

 

 O queijo do Pico é servido normalmente com um excelente pão de milho.

 

 Os ananases são excelentes, assim como os vinhos da região, como o Verdelho do Pico, que é sempre um vinho excelente.

Queijo do Pico e Bolo de Véspera de S. Jorge.

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Chicailheu às 20:28
borboletas:

11
Ago 11

Minhas amigas e meus amigos… É muito estimulante participar deste movimento que está acontecendo na Terra. Tem gente que pensa que é por causa do novo milênio, tem gente que acha que é Nova Era… tudo isso são nomes, e nomes não têm importância.
 
O importante é estar aqui. É participar espiritualmente, com a emoção e a razão, do mundo percebendo o sentido mais profundo de existir, descobrindo o tesouro da própria espiritualidade e conscientizando-se de coisas importantes.
 
Enquanto as pessoas não olhavam pra nós como Espíritos, podiam nos ignorar e ignorar a essência imortal de si mesmas. Mas agora é o rádio, é a televisão, é a imprensa, são os livros, é uma torrente de chamados dizendo: – Olhe. Veja. Sinta o que você realmente é! Porque o mundo não pode continuar se escondendo da verdade. O ser humano esgotou as suas alternativas de viver neste mundo considerando só a matéria ou colocando o espírito em segundo plano.
 
A matéria não significa nada sozinha. Por isso, quando os homens se hipnotizaram pelas conquistas materiais, a vida humana e o sentimento humano, de repente, perderam a noção de seu próprio significado. Mas estes dias estão terminando. Cada pessoa no mundo, hoje em dia, está ansiando por uma grande mudança e todos nós podemos ir neste barco. É uma corrente que cresce.
 
Cada ser que se descobre é um farol para os outros, que ainda estão sem rumo. Cada Espírito que exercita este discernimento, cada Espírito que abre os olhos, é mais um marco no caminho dos que ainda não enxergam com clareza.

E não precisa ser pastor, religioso ou guru, professor ou terapeuta: somos você, eu, cada um que resolve engrossar o número dos que vão compor a nova Humanidade deste planeta – que não será composta de novas pessoas, de pessoas diferentes, mas que se pautará por uma nova moral.
 
Como reconhecer já, neste momento, os participantes desta nova Humanidade? Alguns já caminham por aí…

Eles têm um profundo sentido ético, uma forte noção de compromisso com a coletividade, sem sair da própria individualidade.

Eles se olham como pessoas que têm o que melhorar e tornaram a melhoria uma prioridade. Seu coração é aberto e seu sorriso é jovial, independente de quantos anos tenham. Eles sorriem pra adversidade e as opiniões contraditórias não abalam suas convicções.
 
Seu coração aberto não lhes torna possível julgar quem quer que seja, porque estão repletos de respeito pela natureza humana, mesmo quando esta natureza se engana e escolhe a estrada tortuosa. Pelo contrário, aí é que eles se sabem necessários, oferecendo com humildade as diretrizes que já conhecem.
 
Eu vejo esta nova Humanidade num degrau superior de relacionamentos sociais e afetivos. Livre da falsidade, livre das ideias equivocadas sobre amizade e casamento, mais natural e espontânea e, por isso mesmo, mais fácil e descomplicada.
 
E eu me vejo nesse meio, e vejo você, e vejo todas as pessoas de bem que querem de verdade transformar suas vidas em pura realização.
 
Será que você consegue se ver sereno ou serena, generoso ou generosa, sem se apegar aos dramas, sem inquietude com o futuro, sem nada pra esconder ou temer? Será que você é uma pessoa que pode começar acendendo o seu farol, brilhando sua luzinha junto aos seus? Ou será que eu estou aqui jogando conversa fora para você, daqui a pouco, fechar este blog e retornar para o seu apego e para o seu medo?
 
Vamos nós, cada qual na sua casa, na sua cidade, plantar a semente da fé, da positividade, da responsabilidade e do respeito?
 
A semente é a sua palavra. É a sua atitude. É a sua certeza que contagia os que estão perto, a força que você usa pra se erguer e pra levar adiante aquilo em que acredita. Porque a Humanidade precisa acreditar… e cada um que acredita em si, no progresso, na vida, vai sendo instrumento do progresso e da vida pra tocar aqueles que não acreditam.
 
Acredite. Faça este trabalho com você, de sustentar as crenças positivas e de jogar fora o que está te atrasando; seja vingança, ressentimento, culpa, apego, ambição, orgulho ferido, jogue fora! Estas coisas não estão conduzindo você a lugar nenhum.
 
E eu gostaria de ver você renovada, minha amiga, de ver você renovado, meu amigo, não pelo que eu estou dizendo, mas pelo próprio sentido de evolução, percebendo o quanto você é grande, importante, bem-vinda ou bem-vindo nesta sociedade nascente, que é feita de pessoas como você e eu, mas pessoas que entenderam seu propósito superior na vida e estão dispostas a pôr em prática, dia a dia, onde quer que se encontrem, só o melhor que sabem.
 
The Beatles – Let it be
Comente você também

 

publicado por Chicailheu às 21:01
borboletas:





publicado por Chicailheu às 20:58

10
Ago 11
publicado por Chicailheu às 16:36
borboletas:

Um senhor de idade chegou num consultório médico, para fazer um curativo em sua mão onde havia um profundo corte. E muito apressado pediu urgência no atendimento, pois tinha um compromisso. O médico que o atendia, curioso perguntou o que tinha de tão urgente para fazer.

O simpático velhinho lhe disse que todas as manhãs ia visitar sua esposa que estava em um abrigo para idosos, com mal de alzheimer muito avançado.

O médico muito preocupado com o atraso do atendimento disse:
 
- Então hoje ela ficará muito preocupada com sua demora?

No que o senhor respondeu:

-Não, ela já não sabe quem eu sou. Há quase cinco anos que não me reconhece mais.

O médico então questionou:

- Mas então para que tanta pressa, e necessidade em estar com ela todas as manhãs, se ela já não o reconhece mais?

O velhinho então deu um sorriso e batendo de leve no ombro do médico respondeu:

-Ela não sabe quem eu sou.. .Mas eu sei muito bem quem ela é!
 
Esse é o tipo de amor que quero para mim e que dou a quem tanto amo.
 Amor sem limites, amor de verdade, amor doação, amor entrega…
 Amor por amar…
 Quero poder estar casado daqui a anos e ainda guardar aquele brilho no olhar ao ver minha esposa desejar-me um bom dia quando eu acordar; voltar correndo para dar um beijo antes de ir ao trabalho caso eu saia apressado e esqueça de beijá-la; quando chegar em casa à noite, se ela já houver retornado, ser recebido com muito amor, carinho, e apaixonar-me por ela naquele instante novamente após um longo beijo, etc.
 E quando já estivermos velhinhos, quero permanecer ao lado dela, aconteça o que acontecer, porque jamais esquecerei da importância dela em minha vida.
 O texto é realmente lindo. Lembra-me aquele filme: “O filho da Noiva”. Um filme argentino excelente. Fala justamente desse amor. De um velhinho e sua amada, que tem mal de alzheimer. Quem assistiu o filme sabe que ele todo dia estava lá no abrigo, mesmo ela nem lembrando mais dele… Lembro-me também das lágrimas em meu rosto vendo aquelas cenas. Lindo lindo lindo. Que amor…
 Amor de verdade…
 Amor pra sempre…
 Amor pra eternidade.
 
 
E como amor de verdade é o assunto deste post, nada melhor que a letra da música “Amor sem limite”, de Roberto Carlos. Ei-la:
 
 Quando a gente ama alguém de verdade esse amor não se esquece.
 O tempo passa, tudo passa, mas no peito o amor permanece.

 e qualquer minuto longe é demais, a saudade atormenta.
 Mas qualquer minuto perto é bom demais, o amor só aumenta.

 Vivo por ela
 Ninguém duvida
 Por que ela é tudo
 Na minha vida

 Eu nunca imaginei que houvesse no mundo um amor desse jeito.
 Do tipo que quando se tem não se sabe se cabe no peito.
 Mas eu posso dizer que sei o que é ter um amor de verdade
 E um amor assim eu sei que é prá sempre, é prá eternidade.

 Vivo por ela
 Ninguém duvida
 Por que ela é tudo
 Na minha vida

 Quem ama não esquece quem ama, o amor é assim.
 Eu tenho esquecido de mim, mas dela eu nunca me esqueço.
 Por ela, esse amor infinito, o amor mais bonito.

 

 

 

publicado por Chicailheu às 16:29
borboletas:





publicado por Chicailheu às 16:27
borboletas:

Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
30
31


::RELÓGIO::
RSS
::CONTADOR::
Ferias
Contador
::MEUS SLIDES::
::MIMINHOS::




































::BLOGUES AMIGOS::
O Blog da Joanina Azoriana / Açoriana Grilinha
::MINHAS MÚSICAS::
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
as minhas fotos
blogs SAPO